Por que resfriado e gripe são mais comuns nos meses frios?

Resfriado e gripe são infecções virais que atingem as vias aéreas superiores e que têm sintomas em comum. Por isso, são frequentemente confundidas. Outra particularidade é que essas doenças são mais frequentes nos meses frios. Entenda por que resfriado e gripe são mais comuns nos meses frios e saiba qual a diferença entre gripe e resfriado!1 2 3 4

Estima-se que somente na Europa, no Japão e nos Estados Unidos mais de 100 milhões de pessoas sejam contaminadas pelo vírus da gripe a cada inverno. Do mesmo modo, os picos de resfriado nos ambulatórios acontecem nas épocas do ano em que os termômetros marcam temperaturas mais baixas.1 2 3 4

Baixas temperaturas favorecem a proliferação de vírus

Como o organismo precisa manter a temperatura corporal em 37,5ºC, a sensação de frio estimula diversas reações no corpo. Um dessas reações é a contração dos vasos sanguíneos da mucosa nasal, o que gera a diminuição da secreção de fluidos que contêm diversos mediadores antivirais. Dessa forma, os vírus se proliferam mais rapidamente e se instalam na mucosa nasal.5

Além disso, a baixa umidade relativa do ar no frio influencia a ocorrência de surtos de gripe e casos de resfriado nesse período. Isso porque o clima mais seco costumam provocar lesões na mucosa nasal, facilitando a entrada de vírus pelas vias respiratórias e a sua proliferação.5

Outro fator relacionado à maior ocorrência de gripe nos meses frios são as aglomerações em locais fechados e mal ventilados, mais frequentes no outono e no inverno. Esses espaços acabam concentrando elevadas cargas virais no ar, facilitando a disseminação das doenças respiratórias.6 7

Qual a diferença entre gripe e resfriado?

Os sintomas de resfriado geralmente são autolimitados, ou seja, não desencadeiam infecções secundárias, sendo relatadas complicações em apenas 8% dos casos. Seus sintomas típicos, como coriza, tosse e dor de garganta, tendem a desaparecer em 10 dias. 1

Em contrapartida, a gripe está frequentemente ligada a infecções bacterianas secundárias, como a pneumonia bacteriana. Os indivíduos que fazem parte do grupo de risco, como os idosos com mais de 65 anos e crianças pequenas, estão mais suscetíveis a essas complicações. Outro fator que diferencia resfriado e gripe é o início dos sintomas de cada doença: enquanto o vírus da gripe causa uma febre alta repentina, os primeiros sintomas de resfriado frequentemente observados são coriza e dor de garganta.1

MAT-BR-2103688