Gripe e resfriado: por que espirramos quando temos essas doenças?

Gripe e resfriado são dois tipos de infecções virais que afetam o aparelho respiratório envolvendo regiões como o nariz, parte da face, laringe e faringe. Em comum, os vírus responsáveis por essas doenças se espalham facilmente, potencialmente provocando sintomas como dor de garganta, tosse, febre e um sintoma bastante conhecido, o espirro.1 2 3

Espirros são reflexos do organismo diante de obstruções e agentes estranhos nas vias respiratórias

Mas por que espirramos quando temos gripes e resfriados? O ato de espirrar corresponde a uma resposta reflexa decorrente da congestão nasal ou da irritação da mucosa. No caso destas doenças, que de forma primária afetam as vias aéreas superiores, o muco nas vias nasais é o responsável por desencadear os espirros, que também podem estar associados a rinite alérgica e outras patologias similares, nas quais alérgenos dispersos no ar causam efeito similar - ou seja, uma irritação nas vias aéreas superiores - e o espirro.3 4

Caso você tenha pelo menos sete episódios de congestão nasal e espirros no ano, é importante investigar mais profundamente as possíveis causas, seja de alguma doença ou de ambientes propícios a alergias. Um caso de congestão nasal e espirros que dure mais de 10 dias também deve ser motivo para buscar uma consulta médica.3

Como se prevenir das consequências do espirro excessivo?

A recorrência do espirro precisa ser diagnosticada o mais rápido possível para evitar problemas futuros, como citamos anteriormente, portanto, guarde essa informação: a queixa do espirro por período superior a 10 dias deve ser levado ao conhecimento urgente de um profissional de saúde.3

É por isso que quem não para de espirrar deve observar as impurezas do ambiente de trabalho, social ou familiar para assim identificar os agentes desencadeadores e, em caso de necessidade, solicitar um encaminhamento médico em busca de um diagnóstico preciso.3

MAT-BR-2104832