Febre intermitente: saiba mais sobre essa flutuação da temperatura do corpo

Apesar de a temperatura febril ser uma reação benéfica a infecções, já que impede a reprodução de agentes nocivos e aumenta a destruição microbiana, é comum que pacientes com temperatura para febre apresentem sintomas desagradáveis como mal-estar, dor no corpo e frio1 2. Saiba mais sobre cada um dos possíveis sintomas de febre.

Febre dá frio ou calor? Entenda!

A chamada febre intermitente é aquela que se caracteriza pelo efeito “vai e volta. Ou seja, ela está presente em apenas algumas horas durante o dia. A febre intermitente parece ser apenas uma febre comum, mas tem fatores peculiares que podem configurar algumas doenças1 3. Entenda como a flutuação da temperatura funciona no organismo e o que ela pode significar.

A febre pode se manifestar em diversos padrões

Como a febre é um sintoma comum na nossa vida, tendemos a achar que qualquer febre é igual, apenas variando a temperatura, mas esse não é o caso. Entre os tipos de febre mais comuns, estão: a contínua, que se mantém prolongadamente, com pouca elevação de temperatura2; remitente, caracterizada por flutuações de valores superiores a 1ºC sem que se atinjam valores normais no período de tempo avaliado2; ; a recorrente (ou recidivante), que é a febre que se repete por alguns períodos que compreendem dias ou semanas de intervalo; e, finalmente, a intermitente, na qual a pessoa oscila entre períodos de temperatura normal e febril em um determinado número de horas, voltando aos valores normais pelo menos uma vez a cada 24 horas2.

Cada tipo de febre, bem como o padrão das temperaturas registradas, são essenciais para que o médico possa avaliar com maior precisão o diagnóstico e, por isso, o uso indiscriminado de antitérmicos é desaconselhado, pois muitas vezes pode acabar mascarando os padrões de febre2.

A febre intermitente pode indicar diversas doenças

A febre intermitente normalmente tem um período predeterminado de duração e regride pelo menos uma vez a cada 24 horas. Ele segue uma curva bem específica e pode sinalizar diversas doenças graves, como a malária, leptospirose, tuberculose e até mesmo linfomas2. Por isso, se você demonstrar episódios de febre intermitente é importante anotar os horários de ocorrência e a temperatura em cada episódio para levar ao médico.

Como reduzir o mal-estar causado pela febre?

É possível reduzir o mal-estar e o desconforto causados pela febre com o uso de medicamentos antitérmicos. Nas crianças, a recomendação é usá-los sempre que houver desconforto evidente, com choros intensos, redução do apetite e irritabilidade. Por outro lado, os métodos físicos, como compressas e banhos mornos ou frios, causam desconforto e devem ser evitados3. É bom lembrar que a febre intermitente está muito ligada a doenças graves, como mencionado acima2 e, por isso, é imprescindível que você procure um médico se notar esse padrão.

MAT-BR-2001729