Febre baixa exige algum tipo de tratamento imediato?

A elevação da temperatura corporal que ocorre na febre é uma resposta do sistema imunológico à uma infecção. Isso significa que a febre é um mecanismo que aumenta a eficácia da resposta imune, reduzindo a proliferação dos agentes invasores. Em razão do efeito benéfico da febre no combate às infecções, existem controvérsias sobre o manejo da febre. Será que a febre sempre deve ser reduzida? O uso de antitérmico é necessário para tratar febre baixa? Saiba mais sobre esse assunto abaixo!1 2 3

Tratar ou não tratar febre baixa?

A febre baixa, que compreende temperaturas entre 38,1º e 39º, não requer tratamento imediato quando o paciente apresenta bons sinais clínicos. Isso porque a variação da temperatura do corpo acima do normal, por si só, não indica uma infecção grave, sendo apenas um mecanismo de defesa do organismo contra a infecção.2 4 5

Por isso, é recomendado que a temperatura febril seja controlada quando a febre provocar sintomas que causem desconforto, como dor no corpo, delírio e letargia excessiva. O manejo da febre deve, portanto, ser empregado para melhorar o bem-estar dos indivíduos, ao invés de ter como principal finalidade a redução da temperatura.4 5

Como baixar a febre e melhorar o desconforto que pode estar associado à esse sintoma

Embora não haja necessidade de tratar a febre baixa imediatamente, existem alguns mecanismos que podem ser utilizados se houver sensação de mal-estar. O uso de medicamento antitérmico pode trazer conforto para os pacientes em estado febril, inclusive para crianças. Mas é importante que os responsáveis estejam cientes de que a febre em crianças com aparência saudável não oferece riscos de complicações, como convulsões febris ou danos cerebrais. Por isso, o emprego de remédio para febre deve ser feito de forma racional.5.

Outras estratégias que podem aliviar o incômodo ligado à febre incluem a permanência em ambiente ventilado, a remoção de roupas quentes e o uso de compressas em água morna por 20 a 30 minutos. Além disso, a ingestão de líquidos durante um episódio de febre é de extrema importância para evitar a desidratação.6

MAT-BR-2104221