Dor de garganta: dormir com o ventilador ligado pode ser uma das causas?

Dor de garganta é um incômodo muito comum, que tem várias possíveis causas. As infecções virais, como a gripe e o resfriado, são as principais doenças que têm a dor de garganta como sintoma, e chegam a representar 96% dos casos.1 Por outro lado, a sensação de garganta seca nem sempre está associada a doenças.

Será que dormir com o ventilador ligado pode causar esse problema? Entrevistamos a otorrinolaringologista Fernanda Von Held para entender melhor e também para saber o que é bom para dor de garganta.

Entenda os diferentes tipos de dor de garganta

A dor de garganta é um sintoma que pode se manifestar de várias formas em várias pessoas, mas com algumas similaridades. "A dor em geral é parecida e confunde, independente da causa. Tem várias características da dor - tem gente que sente a dor só ao engolir, já outras pessoas sentem uma ardência ou uma coceirinha na garganta, por exemplo".

A especialista reforça que as causas, assim como a sensação da dor, também podem ser múltiplas. "Não há uma relação direta do tipo de dor com a causa da dor. Tem inúmeras causas, por isso é importante avaliar cada caso. Vários fatores podem dar dor de garganta além das infecções virais e bacterianas. A pessoa que tem refluxo pode ter dor na garganta, por exemplo", destaca.

Qualquer ressecamento das vias aéreas pode deixar a garganta seca

No grupo da dor de garganta de causas não infecciosas, a Dra. Von Held destacou o ressecamento das vias aéreas como um gatilho corriqueiro da garganta seca. Ela explicou que o caso específico de manter o ventilador ligado durante a noite não necessariamente vai resultar em uma dor de garganta, mas que esse exemplo faz parte de uma série de hábitos que podem ressecar as vias respiratórias, e consequentemente, deixar a garganta seca.

"Qualquer coisa que resseque as vias aéreas, principalmente a garganta, pode provocar dor na garganta. A respiração bucal em um ambiente com o clima muito seco pode deixar a garganta seca. O ventilador e o ar-condicionado ressecam ainda mais o ambiente ao diminuir a umidade do ar", explica a otorrinolaringologista. A médica ainda alerta que o risco de dor de garganta aumenta quando a pessoa está com o nariz entupido ou tem alguma obstrução nasal crônica.

O que é bom para dor de garganta?

É importante ressaltar que causas diferentes têm tratamentos diferentes. Quando a dor de garganta é um sintoma de uma infecção viral ou bacteriana, ela é tratada com medicamentos que atuam nos efeitos daquela doença.2 Como a garganta seca vem de uma causa não infecciosa, e portanto é mais leve, bastam algumas medidas para aliviar o desconforto. "Usar um umidificador de ar e beber bastante líquido ao longo do dia ajuda bastante", recomenda a médica.

No caso de garganta seca por causa de respiração bucal, a otorrinolaringologista ressalta que é preciso identificar a causa da obstrução nasal e tratar. "Tem que avaliar o que está acontecendo, se a pessoa tem uma obstrução nasal por um alguma razão mecânica, desvio de septo, rinite alérgica não tratada, ou outro motivo que faça com que ela durma com a boca aberta", conclui.

MAT-BR-2104221